Amazonas Notícias

Trabalhador rural: Governo do Amazonas incentiva a comercialização em feiras regionais

No Ramal do Laranjal, zona rural de Manacapuru (distante 68 quilômetros da capital), o agricultor familiar Denilson Sena, 52 anos, produz frutas e olerícolas, há mais de 30 anos. Ele recebe apoio do Governo do Amazonas para comercializar seus produtos regionais nas feiras da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), vinculada à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror).

Os espaços nas feiras geridas pelo Governo do Estado têm sido fundamentais para garantir a independência financeira dos trabalhadores rurais do estado.

Denilson iniciou em sua propriedade com a produção de mamão, banana, maracujá, cebolinha e pepino, mas somente a partir de sua entrada nas feiras da ADS, que ele conseguiu prosperar.

“Sou nascido e criado aqui em Manacapuru, onde trabalho juntamente da minha esposa e minhas duas filhas. Através da produção rural sustentei minha família, conquistei minhas duas propriedades, e o meu caminhão, que utilizo para fazer o transporte dos meus produtos”, ressalta o agricultor.

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, destacou o olhar do Governo do Amazonas para o homem do interior. “A determinação do governador Wilson Lima é que o Sistema Sepror apoie os produtores e trabalhadores rurais, pois produzir alimentos é a principal vocação deles.  Assim o Governo do Amazonas vem garantido o escoamento e a comercialização da produção rural nas feiras regionais na capital e no interior”, disse.

As feiras da ADS têm como objetivo gerar economia criativa para pequenos produtores, agricultores familiares, para escoar e vender suas produções diretamente para o consumidor. E com apoio estrutural mantido pelo Governo do Estado, as Feiras de Produtos Regionais geram emprego e renda para mais de 600 agricultores do estado, sendo 250 somente em Manaus.

“As feiras da ADS são uma ótima oportunidade para que o produtor rural consiga gerar renda com a comercialização dos seus produtos. Somente aqui na capital realizamos 11 edições de feiras, e 37 edições no interior”, destacou Michelle.

FOTOS: Rhuan Luz/Sepror

Relacioandos