Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Trabalhadores da educação de Manaus também decidem por greve em assembleia do Sinteam

Os trabalhadores da rede municipal de ensino aprovaram, hoje, a realização de greve e somam-se aos profissionais da Seduc. A decisão foi tomada durante assembleia promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam). As aulas da Semed foram retomadas no dia 31, sem a imunização dos servidores, que só tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Hoje mesmo o sindicato recebeu denúncia de escolas cujas estruturas não estavam preparadas para receber alunos.

Na Escola Municipal Professora Maria Leide Amorim, no bairro Lago Azul, as salas de aula estão sem marcação nas carteiras, janelas travadas impedindo a renovação do ar e ar condicionado quebrado.

Na Escola Municipal Professora Terezinha Costa Coelho, no bairro Tarumã, os servidores receberam álcool em gel vencido desde novembro do ano passado, não tem água para lavar as mãos e nem no bebedouro.

Na zona ribeirinha de Manaus, a lancha paga pela Semed que transporta os professores é pequena. Só cabe cinco pessoas. Além de favorecer a aglomeração, ainda deixa os alunos de fora.

Professores também procuraram o sindicato ontem para dizer que havia alunos chegando na escola sem máscaras.

-publicidade-