Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Trabalhadores da saúde que não tomaram a primeira dose contra a Covid-19 devem fazer registro

Trabalhadores da saúde que não tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até o último dia 19 de março, data em que a Prefeitura de Manaus encerrou a vacinação para esse grupo prioritário, devem preencher, até o dia 10 de abril, um formulário eletrônico de registro, elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A medida visa facilitar o planejamento para atendimento futuro dos não vacinados.

De acordo com a secretária municipal de Saúde interina, Aline Rosa Martins, ao receber os formulários preenchidos, a Semsa poderá conhecer o universo de pessoas ainda não vacinadas e definir as estratégias para atender aqueles que se encaixam nos critérios de prioridade determinados pelo Ministério da Saúde (MS). “Recebemos doses para uma população estimada; e, se existem mais pessoas que o estimado para o município, é necessário levantar a quantidade e verificar junto ao Programa Nacional de Imunização como e quando esse público excedente pode ser atendido”, explicou a secretária interina.

Aline destaca que não é incomum vacinar além do esperado, e que há campanhas em que a cobertura supera os 100% da população calculada. “Estamos empenhados em alcançar o maior número possível de pessoas dentro dos grupos prioritários e, seguindo as orientações do prefeito David Almeida, trabalhando com todas as ferramentas disponíveis para oferecer o melhor acolhimento e a campanha mais eficiente possível”, salientou.

Para registrar a condição de não vacinado, o trabalhador da saúde de estabelecimentos públicos ou privados deve acessar o formulário “Cadastro de Trabalhador da Saúde”, disponível no link http://bit.ly/cadastrovacinasaude e informar os dados pessoais (nome, CPF e data de nascimento) telefone e e-mail, dados funcionais e o motivo pelo qual não recebeu a primeira dose da vacina, além do nome e registro no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) do estabelecimento com o qual tem vínculo.

Aline Martins informa que ainda não há data definida para o atendimento dos trabalhadores de saúde remanescentes e que eles devem aguardar as orientações da Semsa, por meio dos canais oficiais da secretaria e da Prefeitura de Manaus.

Iniciada no dia 19 de janeiro, a vacinação de primeira dose para o grupo dos trabalhadores da saúde foi encerrada depois de dois meses de atendimentos, com um saldo de 62,9 mil vacinados. O número corresponde a 99,5% da população estimada para esse segmento e o resultado, junto com o obtido na vacinação dos idosos até o momento, vem garantindo a Manaus a liderança nacional no número de pessoas imunizadas e na superação das metas de vacinar 90% de cada um dos públicos contemplados na campanha.

A campanha municipal segue para os aproximadamente 10 mil trabalhadores que ainda não receberam a segunda dose. A vacinação para esse grupo continua a ser feita exclusivamente na Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), no bairro Adrianópolis, conforme agendamento eletrônico feito pelo sistema Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/).

Para os idosos, a campanha continua com o atendimento dos remanescentes dos grupos de 60 anos ou mais, nos sete pontos de vacinação montados pela Prefeitura de Manaus nas diferentes zonas geográficas da cidade.

Texto – Andréa Arruda / Semsa
Foto – Ruan Souza/ Semcom

-publicidade-