Take a fresh look at your lifestyle.

Transferência de pacientes para Vitória traz esperança aos familiares

-publicidade-

Na noite desta quinta-feira (21/01), 18 pacientes foram levados à capital do Espírito Santo. Ao todo, o Governo do Amazonas já transferiu 215 pessoas

Chegou a 215 o número total de pacientes com Covid-19 transferidos pelo Governo do Amazonas para outros Estados. Somente na noite desta quinta-feira (21/01), 18 novos enfermos foram encaminhados de Manaus para Vitória, no Espírito Santo, onde receberão assistência médica em leitos disponibilizados no Hospital Universitário de Vitória.

Dos 18 pacientes transferidos para a capital do Espírito Santo, 2 estavam internados no SPA São Raimundo e 16 foram levados do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. Antes do embarque, eles foram novamente avaliados e apresentaram condições favoráveis para a realização do translado, realizado com auxílio de uma equipe médica a bordo.

A aeronave com os amazonenses decolou por volta das 20h (horário de Manaus) da base da Força Aérea Brasileira (FAB) no Aeroporto Ponta Pelada, zona Sul de Manaus. A ação faz parte da força-tarefa realizada pelo Governo do Amazonas, em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, para melhorar o fluxo de atendimento na rede pública de saúde.

Esperança – A transferência de pacientes com Covid-19 para outros Estados tem sido sinônimo de esperança para amigos e familiares. Na porta do Hospital 28 de Agosto, Antônio Carlos Brito aguardava apreensivo a retirada da esposa, Zizelda Brito, e relatou o drama que o casal vive na busca pela recuperação.

“Tenho muita esperança que ela vá se recuperar. Ela é uma profissional da saúde e esteve à frente no combate à Covid-19, infelizmente agora, há uns 10 dias, ela se contaminou, mas a gente está lutando pela vida dela”, desabafa.

Na entrada da ambulância, a voz de Fabiana Maciel, gerente de hospitais e fundações da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), buscava tranquilizar cada paciente durante a alocação nas ambulâncias.

“O senhor vai voltar para sua família, tá bom? O tempo que você precisar, o atendimento especializado o senhor vai ter lá, e a gente vai estar aqui para comemorar a sua vitória, tá bom? Já deu certo”, disse a um dos pacientes levados a Vitória.

Já na frente do aeroporto Ponta Pelada, os irmãos Jéssica e Abrahim Said buscavam uma forma de tentar observar o embarque da mãe, Maria Said, por entre as grades que cercam a base aérea. Eles contam que a mãe deu entrada no Hospital 28 de Agosto com a saúde muito debilitada, e que após os cuidados na unidade, ambos mantêm a fé na pronta recuperação da matriarca da família.

“Quantas pessoas queriam estar aqui felizes, gratos pelos seus familiares irem? Todas as pessoas que estão ali dentro é só gratidão, porque eu não tenho nem explicação. Deus colocou tantos anjos nas nossas vidas esses dias, porque o sofrimento é muito grande”, disse Jéssica. “A gente fica apreensivo, mas nunca perdemos a fé”, completou Abrahim.

FOTO: Lucas Silva/Secom

-publicidade-