As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Tratadores de peixes do município de Maraã recebem financiamento da Afeam

Os feirantes e tratadores de peixe de Maraã (cerca de 615 km de distância de Manaus em linha reta) receberam uma nova oportunidade para ampliar e fortalecer as atividades do município. O Governo do Estado, por intermédio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas S.A (Afeam), concedeu financiamento para 28 tratadores de peixe que trabalhavam de forma precária no porto do Mercado Municipal. Totalizando mais de R$ 110 mil, os recursos foram destinados para a compra de equipamentos e capital de giro.

Segundo o secretário de Produção de Maraã, Hugo Moraes, o crédito liberado pela Afeam vai funcionar como um estímulo para que os recursos sejam movimentados, por meio do trabalho dos feirantes. “Esta categoria sempre sofreu com a falta de estrutura para trabalho, passavam o dia tratando peixes para ganhar R$ 15, R$ 20 no máximo, pegando sol e chuva. Após o aporte financeiro da Afeam, a melhora na qualidade de vida desses trabalhadores foi instantânea”, destacou.

De acordo com o presidente da Afeam, Marcos Vinicius Castro, o incentivo financeiro concedido aos feirantes de Maraã faz parte das diretrizes de atuação da Agência, que contempla a valorização da agricultura familiar. “Os produtores precisam de mais apoio para garantir a produção, assim como os pescadores e feirantes, e a Afeam tem procurado em todos os programas trabalhar no sentido de garantir o auxílio a esses produtores e, consequentemente, aumentar o crescimento da renda dessas famílias”, disse.

Microcrédito da Afeam – Marcos Vinicius destacou ainda que as linhas de crédito da Afeam para pequenos empreendedores possuem condições especiais direcionadas àqueles que queiram iniciar, manter ou ampliar seu próprio negócio, nos setores secundário e terciário. O recurso pode ser investido em itens como capital de giro, reforma, compra de mercadorias, aumento de estoque e em melhorias no empreendimento. O limite de financiamento é condicionado à capacidade de pagamento de cada cliente, necessidade de investimento no negócio e análise de crédito.

FOTO: DIVULGAÇÃO

você pode gostar também