O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou, entre a noite de sexta-feira (19/8) e a madrugada desta segunda (22/7), 34 motoristas dirigindo sob efeito de álcool, em Manaus. Dois homens foram presos em flagrante por dirigirem alcoolizados, e uma mulher foi presa por desacato.

Ao todo, foram realizados 389 testes de alcoolemia – popularmente conhecido como bafômetro –, e 251 multas foram aplicadas em motoristas por diversas irregularidades. As fiscalizações foram realizadas em diversas zonas da capital e no Km 5 da rodovia estadual AM-070, no município de Iranduba.

A operação Lei Seca é realizada pelo Detran-AM, por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), além de membros da Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Civil, e também em parceria com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

O coordenador do Neot, David Fernandes, ressalta que os locais escolhidos são designados por equipes de inteligência que analisam pontos onde está havendo maior movimentação de veículos e acidentes.

“Temos operações todos os dias. Durante a semana, temos nos períodos da tarde e da noite. Nos finais de semana, são intensificadas na madrugada com operações Lei Seca. Nosso objetivo maior é o de evitar mortes no trânsito. Não só flagrar os condutores que estão teimando em dirigir alcoolizados, mas realmente evitar mortes no trânsito”, reforçou David.

Durante a fiscalização, 38 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 38 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL) foram recolhidos, além de 48 veículos que também foram recolhidos, sendo 10 carros e 38 motocicletas.

Prisões – O motorista B. A. A. J, de 43 anos, foi preso em flagrante na noite do último domingo (21/07), na Avenida do Turismo, quando foi aferido em seu teste de alcoolemia o resultado de 1,01mg/L (miligramas de álcool por litro do ar expelido dos pulmões). Acima de 0,34mg/L no teste, o motorista pode ser preso em flagrante. Ele foi encaminhado para o 19º Distrito Integrado de Polícia.

O motorista L. L. D. S., 43, também foi preso em flagrante por dirigir veículo sob efeito de álcool. E T.B.D.S, 35, foi presa por desacato. Os dois foram detidos durante ação no bairro Praça 14 de Janeiro, zona sul, e encaminhados para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Balanço – Entre os meses de janeiro e junho de 2019, o Detran-AM flagrou 1.199 motoristas dirigindo sob efeito de álcool no Amazonas. O quantitativo representa um aumento de 177% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 433 ocorrências do tipo. O total de motoristas flagrados dirigindo alcoolizados no primeiro semestre representa 11,1% do total de 10.782 testes de alcoolemia, popularmente conhecido como bafômetro, realizados no período.

O aumento no número de flagrantes é resultado do crescimento do quantitativo de operações. No primeiro semestre de 2019, o Detran-AM realizou 151 operações de trânsito, que ocorreram em Manaus e nos municípios de Presidente Figueiredo, Manacapuru, Rio Preto da Eva e Parintins. Nesse período, 7.696 autos de infração foram aplicados, um crescimento de 11,71% em relação aos primeiros seis meses de 2018, quando 6.795 multas foram aplicadas.

A advogada Francione Câmara foi parada na blitz realizada na noite do último domingo (21/07). Ela ressalta que ações de fiscalização são importantes, uma vez que os motoristas insistem de dirigir depois de beber.

“Toda vez que vamos sair de carro para alguma festa, antes mesmo de sair, fecho com meu marido quem será o motorista da rodada. Nos casos em que nós dois queremos beber, só saímos de Uber. Essa é uma prática que desde cedo ensino a meu filho. Hoje ele tem 11 anos, mas sempre converso com ele para que, quando tiver idade suficiente para sair e beber, que nunca dirija”, ressaltou.

FOTO: Divulgação/Detran-AM