Tribunal Regional Eleitoral aprova registro de candidatura de Adjuto Afonso

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) deferiu o registro de candidatura do deputado Adjuto Afonso (PDT), deixando-o apto a concorrer à reeleição neste pleito de 2018. Adjuto Afonso integra a Coligação “Eu Voto no Amazonas III”, que reune os partidos PDT/PRP/Avante, ao lado do governador Amazonino Mendes, que também disputa a reeleição para governador.

Adjuto concorre ao 5o mandato para a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), e se destaca pelo trabalho direcionado ao interior do Estado e o incentivo ao empreendedorismo na capital, sendo autor da Lei que instituiu a Frente Parlamentar de Apoio ao Micro e Pequeno Empreendedor.

Em seu primeiro mandato, em 1998, foi autor do Indicativo ao Governo do Estado, que resultou na Lei nº 2000, regulamentada pelo Decreto nº 23.636/2003, que trata da subvenção econômica a produtores extrativistas, conquistando, assim, o pagamento da subvenção da borracha aos seringueiros. O benefício foi estendido, posteriormente, aos trabalhadores de juta e malva. Uma de suas propostas para um próximo mandato, se for eleito, será a luta pela subvenção da Piaçava na região do rio Negro.

Dentre os temas dos vários Projetos de Lei aprovados, estão a ampliação dos serviços nas farmácias e drogarias, primeiro emprego para jovens, reciclagem de óleo e gordura animal ou vegetal, proibição de venda de bebida alcoolica para menores, isenção de ICMS para energia solar, dentre outros, assim como defende a emancipação municipal e a regulamentação da Lei dos Free Shops (12.723/2012) em Tabatinga.

Foto: Ney Xavier