Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Trio é preso após manter 11 reféns em tentativa de roubo a uma clínica odontológica na zona Sul

MFD_7108Na tarde desta terça-feira, dia 3, foram apresentados, durante coletiva de imprensa realizada na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Alessandro Marques Bentes, 36, conhecido como “Canibal”; Antônio Oliveira Ribeiro Filho, 22, e Thiago Antony Wilkens Paes, 20. O trio foi preso na noite de ontem, após uma tentativa de assalto a um consultório odontológico na Rua Edson Melo, bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus.

De acordo com o delegado Adriano Felix, titular da especializada, uma das equipes da Companhia de Operações Especiais (COE), da Polícia Militar, estava realizando patrulhamento ostensivo naquela área, por volta das 18h30, quando foi abordada por um morador, que informou aos militares sobre a existência de reféns dentro de uma clínica odontológica no local.

No lugar, o trio fez 11 pessoas reféns, entre pacientes e funcionários. O perímetro em torno da unidade odontológica foi isolado. Equipes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), Derfd, Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), além de viaturas do programa Ronda no Bairro foram acionadas para auxiliar nas negociações com os criminosos, que solicitaram a presença da imprensa para liberar as pessoas.

Após a polícia atender a uma das reivindicações deles, oito pessoas foram liberadas. Os demais reféns só foram libertados quando o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida, chegar ao local e ajudar nas transações.

“Eles chegaram ao lugar de carro, renderam uma das funcionárias e em seguida tomaram os pertences das outras pessoas que estavam na clínica. Quando iam fugir a equipe tática da PM já havia cercado o local. Gostaria de parabenizar o trabalho do COE, que fez o isolamento perfeito na área do crime, preservando a integridade das pessoas que moram nas proximidades da clínica”, declarou o delegado Adriano Felix.

Durante coletiva, o titular da Derfd informou que Alessandro, o “Canibal”, é apontado com um dos autores do roubo a uma casa lotérica, situada na Avenida Rio Negro, bairro Mauazinho, zona Leste da capital, ocorrido no último dia 27 de janeiro. Na ocasião do delito foi levado do estabelecimento R$ 51 mil em espécie.

Na sede da unidade policial foi cumprido o mandado de prisão preventiva em nome dele, representado pelo delegado Adriano Felix e expedido no dia 29 de janeiro deste ano pela juíza Margareth Rose Cruz Hoagen, do Plantão Criminal.

Alessandro, Antônio e Thiago foram autuados em flagrante por tentativa de roubo majorado com agravante de concurso de pessoas e emprego de arma de fogo, sequestro e associação criminosa (Artigos 157, 148 e 288, respectivamente, do Código Penal Brasileiro).

Após os procedimentos cabíveis, o trio foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irá aguardar decisão da Justiça.

-publicidade-