As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Troféu Artemis Soares de Ginástica movimentou Vila Olímpica no fim de semana

Com a participação de aproximadamente 100 atletas, o XVI Troféu Artemis Soares de Ginástica movimentou o Centro de Ginástica do Amazonas (CGA), na Vila Olímpica de Manaus, neste fim de semana. Com seis clubes inscritos e disputas nas categorias Petit III, Mirim III, Pré-Infantil II e III, Infantil II e III e Juvenil I e II, a competição, que aconteceu no sábado e domingo (09 e 10/11), contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

Na manhã de sábado, uma das primeiras ginastas a se apresentar foi a pequena Sthefany Marques de nove anos. Praticante da modalidade há três anos, a atleta já tem muita história para contar, inclusive nas disputas do Troféu Artemis Soares, no qual, em 2018, recebeu o prêmio de atleta revelação. Emocionada, ela afirmou ter gostado do que apresentou no torneio. “É a segunda vez que cravo a minha série, isso me deixa muito feliz, inclusive porque minha avó está aqui me prestigiando e dedico isso a ela”, falou.

A avó, dona Valdiza Oliveira, 73, professora aposentada, estava com os olhos vidrados na neta durante a apresentação. Feliz diante do que viu, relatou o orgulho pela atleta preferida. “Eu não tenho palavras de tanto orgulho, pois se eu fosse poetiza, eu diria: A razão do meu contento, diria mais que mil palavras”, declarou.

A competição homenageia uma das precursoras da ginástica rítmica no Amazonas, a professora Artemis Soares, que é conhecida mundialmente na área. Ela já foi presidente da federação e sua casa foi a primeira sede da FAG. Com reconhecidos trabalhos e grande contribuição na modalidade, essa é uma justa homenagem que a competição, há 16 anos, faz a professora. Segundo a presidente da federação, Alessandra Balbi, a competição é um símbolo importante de reconhecimento pelo que Soares já fez pelo esporte.

“Estivemos diante de uma grande competição, que fecha nosso calendário com chave de ouro, pois é um ato de agradecimento a professora Artemis que continua a fazer muito pela ginástica. Passaram por aqui atletas de alto nível, que mostraram o sucesso que é competição”, finalizou.

FOTO: MAURO NETO

você pode gostar também