As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Turmas do Cetam realizam baile surpresa de 15 anos

Uma noite emocionante, somada a um misto de realização profissional e satisfação pessoal por estar ajudando na realização do sonho da debutante Samilly Rodrigues, 15. Foi assim que se sentiram alunos das turmas de Cerimonialista e Decoração de Balões, cursos do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) ofertados na Escola Estadual Rofram Belchior, no Tancredo Neves, zona leste de Manaus.

A festa surpresa de Samilly começou a ser idealizada no início das aulas, em agosto deste ano. A professora Fernanda Barbosa, instrutora do curso de Cerimonialista, deixou a critério dos alunos decidirem qual seria o produto que mostrariam ao término das atividades. Ele serviria para mostrar o que as turmas haviam aprendido e seria usado como avaliação final.

“Uma das colegas de curso contou a história de sua sobrinha, chamada Samilly. A jovem estava prestes a completar 15 anos e tinha o sonho de festejar a data com um grande baile”, relembra Fernanda, acrescentando que os alunos gostaram da ideia e começaram a pôr em prática tudo o que haviam estudado até então nas aulas de Cerimonialista e Decoração de Balões.

Zerleeine Rodrigues, 39, tia de Samilly, foi quem teve a ideia. Segundo ela, a adolescente tinha confidenciado o desejo de ter a comemoração de seus 15 anos de forma tradicional, como havia visto em filmes. “E assim foi feito. Teve até ‘príncipe encantado’ para acompanhá-la na valsa”, relembrou. O “príncipe” foi Patson Pablo, aluno do curso de Cerimonialista.

A união das turmas e o foco na organização do evento foram fundamentais para o sucesso da festa de Samilly. Durante duas semanas, o grupo se reuniu e discutiu tudo o que seria necessário para a execução. Pensando em baratear custos, os próprios alunos fizeram algumas decorações. Mas também correram atrás de patrocínio junto a comerciantes do bairro.

O primeiro passo foi escolher o tema. Decidiu-se que seria “A Bela e a fera”, um dos desenhos preferidos da homenageada. A partir daí, começou a ser pensada a ornamentação, com as cores a serem usadas, bolo, música para valsa e outros detalhes.

“Saiu tudo perfeito. A Samilly não desconfiou de nada. Conseguimos levá-la até o local da festa dizendo que iria cantar. Seria tipo uma disputa. Como ela canta muito bem, nem desconfiou do que se tratava realmente”, disse a tia.

Sigilo total e emoção garantida – Parentes e amigos da aniversariante foram avisados da comemoração e estiveram presentes. A torcida para que tudo desse certo foi tão grande que ninguém ousou revelar a surpresa para a debutante antes da hora. Quando chegou o grande dia tudo estava pronto, somente à espera de Samilly para que aproveitasse cada momento de sua festa.

E foi assim que tudo aconteceu: a adolescente não escondeu a felicidade diante da festa surpresa, que transcorreu do jeitinho como havia sonhado. “Eu realmente não suspeitei de nada. Me levaram para alugar a roupa e depois para me maquiar. Mas achei que realmente iria cantar. Não acreditei quando entrei na escola e fui avisada de que aquela festa toda era para mim”, contou Samilly.

A debutante recorda que se esforçou muito para segurar o choro e não borrar a maquiagem. Além de estar agradecida pela festa surpresa, disse que os momentos que viveu no baile nunca sairão de sua memória. “Foi tudo lindo. Saiu do jeitinho que eu sonhava”, ressalta, agradecendo às turmas e pela presença de familiares e amigos.

FOTO: Divulgação/Cetam

você pode gostar também