Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

UGPE produz kits para pacientes transferidos por meio da “Operação Gratidão”

Os kits produzidos pela UGPE serão entregues para os pacientes que estão dando continuidade ao tratamento da Covid-19 no Estado

A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) está trabalhando na produção de kits para pacientes com Covid-19, que foram transferidos de outros estados para o Amazonas, através da “Operação Gratidão”. O projeto é realizado pelo Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), e conta com o apoio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) e da Secretaria de Assistência Social (Seas).

A “Operação Gratidão” é uma retribuição da ajuda que o Estado recebeu durante os meses de janeiro e fevereiro, no segundo pico da pandemia, para devolver a corrente de solidariedade aos outros estados.

Atualmente, a operação está dividida em duas grandes frentes: a primeira com apoio logístico e de ajuda, por meio de envio de respiradores, cilindros, miniusinas, insumos e medicamentos para outros Estados.

Enquanto a segunda frente realiza a recepção e acolhimento dos pacientes transferidos para o Amazonas, para dar continuidade ao tratamento contra Covid-19 no estado.

Segundo a subcoordenadora do Social da UGPE, Viviane Dutra, os setores de comunicação e social da unidade estão inseridos na força-tarefa montada pelo Governo, devido ao seu histórico de atuação na área durante os meses mais agudos da pandemia.

“A UGPE tem uma expertise de acolhimento diferenciado, que é a conjugação das ações sociais com as ações de comunicação social. Então, a UGPE ficou encarregada de fazer a identidade visual e de criar o material de acolhimento e de despedida, como uma forma de demonstrar a preocupação do estado em recepcionar bem esses pacientes”, explica Dutra.

A ação, além de realizar o acolhimento e recepção dos pacientes transferidos, também promove o fortalecimento da operação. De acordo com a assistente social da UGPE, Aldeniza Amorim, os kits contêm carta de boas-vindas, com produtos de higiene para suporte ao paciente; e os kits de despedida contêm um certificado “Eu venci a Covid-19”, biscoitos, balas regionais, artesanato regional e um calendário.

“Os kits serão entregues com todo material de higiene que o paciente possa utilizar, tais como: barbeador, cotonetes, álcool em gel, escova de dente e outros insumos”, conta Amorim.

Apoio psicossocial – A UGPE já vem executando acolhimento aos familiares de pacientes da Covid-19, principalmente, durante os meses de janeiro e fevereiro, pico da disseminação do vírus na capital. As ações são realizadas por meio dos serviços sociais dos hospitais, assim como pelas tendas montadas para atendimento psicossocial na frente de unidades hospitalares.

O coordenador executivo da UGPE, engenheiro civil, Marcellus Campêlo, afirmou que a UGPE é um braço forte em todas as ações do Governo do Estado.

“Desde os últimos dias de 2020, os colaboradores da UGPE estão divididos entre as atividades de home-office da UGPE e a grande força-tarefa do Governo do Estado contra a Covid-19, em frente aos hospitais, aeroportos e em todos os lugares que a população necessite”, afirmou Campêlo.

FOTO: Tiago Corrêa / UGPE

-publicidade-