Take a fresh look at your lifestyle.

Ultramaratonista quer recorde para dedicar ao povo amazonense

-publicidade-

O ultramaratonista aquático Vitor Gadelha, 23, vai fazer história mais uma vez, a partir das 00:01 (horário de Brasília), desta quarta-feira (20). O amazonense, que já é o detentor do recorde de maior distância nadada por um atleta da terra, em águas abertas – quando cumpriu o trajeto de 36 quilômetros na Travessia Capri-Napoli, na Itália -, agora vai nadar nada menos que 48 quilômetros no Big Island Swimming Association (Bisa), em Ilha Grande, no Rio de Janeiro.

Para este desafio, Vitor fez uma preparação bastante rigorosa. “Minha rotina foi bem puxada. Fiz uma média de sete quilômetros por dia, durante os treinos, que é justamente para a gente ter uma boa preparação, para estar fazendo esse desafio bem. Além disso fiz alguns treinos simulados nas águas do rio Negro”, diz. “Além do nado, teve todo um trabalho de musculação. Tive todo um acompanhamento com nutricionista e acompanhamento psicológico bem pesado, que é para a gente aguentar nadar 12, 15 horas tranquilo”, explica Vitor.

Homenagem

O atleta de 23 anos conta que pretende homenagear o povo amazonense e a cidade de Manaus com a conquista da nova marca. “Estamos passando pelo momento mais difícil da história da nossa cidade, com a pandemia causada pelo novo coronavírus. Mas eu quero, por meio do esporte, levar uma mensagem de esperança, de fé e de superação para as pessoas, porque com certeza vamos superar tudo isso. Nosso povo é forte. Nosso povo é guerreiro. Venceremos toda essa crise”, disse Gadelha.

Vitor já nadou provas como Do Leme ao Pontal, 14 Bis, Travessia da Ilha do Mel, além da Travessia de Capri-Napoli, na Itália. “Desta vez eu vou nadar 48 quilômetros na Ilha Grande. Será mais ou menos meia volta na Ilha, no trecho onde pega a maior parte de mar aberto. A expectativa é nadar entre 12 e 15 horas, pode ser que seja mais dependendo das condições climáticas na hora da prova”, pontua o atleta.

Vitor Gadelha é atleta do Manaus Futebol Clube e tem apoio da Samel; equipe multidisciplinar Raphaela Cabral (nutricionista), Francisco Coelho (fisioterapeuta), Samir Barel (técnico), Mauro Vieiralves (técnico), One Clinic e Aquática Amazonas.

-publicidade-