Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Unidade de saúde CRDQ Ismael Abdel Aziz completa sete anos com inauguração de ouvidoria e jornal informativo

Para celebrar sete anos de funcionamento, o Centro de Reabilitação em Dependência Química (CRDQ) Ismael Abdel Aziz, unidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) inaugurou, nesta segunda-feira (29/03), o setor de ouvidoria, que será um canal de comunicação entre os usuários e a gestão, e lançou o ‘CRDQ News’, um informativo interno com as ações do centro de reabilitação.

A solenidade em comemoração ao aniversário da unidade contou com a participação de servidores, residentes, gestores e alguns familiares. Os convidados assistiram a uma peça teatral encenada pelos residentes, apresentação de dança e tiveram um momento de reflexão sobre a dependência química.

A secretária executiva adjunta de atenção à urgência e emergência, Mônica Melo, destacou a importância da rede de saúde mental no âmbito do SUS.

“A Secretaria quer fortalecer a rede de saúde mental, nos ambulatórios e todas as unidades da rede para que o residente, ao sair daqui do centro de reabilitação, possa encontrar dentro dessa rede de saúde mental assistência de média e alta complexidade e também na atenção básica, para continuar o tratamento”, disse.

Ouvidoria – O Centro de Reabilitação inaugurou a ouvidoria da unidade, atendendo a uma determinação do Ministério da Saúde, que institui o funcionamento dos serviços de ouvidoria para melhor atender os usuários do SUS.

O novo serviço vai funcionar de segunda-feira a sexta-feira, para recebimento de sugestões, denúncias, reclamações, solicitações e elogios. Duas ouvidoras estão à frente do setor atendendo em regime de plantão.

As comunicações podem ser feitas presencialmente na sala da ouvidoria, localizada junto ao setor de acolhimento do CRDQ; por meio de formulários disponibilizados no refeitório e no acolhimento da unidade; via mensagem de WhatsApp no número (92) 99397-5484 e pelo email [email protected]

“Quando o usuário ou o familiar precisa fazer uma reclamação, dar uma sugestão ou até mesmo um agradecimento, ele não sabe para quem realizar essa comunicação, então com a ouvidoria instalada na unidade o usuário será atendido por uma equipe dedicada, em um ambiente exclusivo e terá a atenção que ele merece”, destacou a diretora do CRDQ, Fábia Illeana.

Jornal informativo – Também houve o lançamento do ‘CRDQ News”, um jornal informativo para divulgação das ações do centro de reabilitação. A publicação será trimestral e os conteúdos são produzidos pelos servidores da unidade.

A primeira edição do informativo interno traz um breve histórico do CRDQ, informações sobre internação, registros dos eventos e capacitações realizadas na unidade, além dos destaques e aniversariantes do trimestre.

Os servidores têm espaço para publicações de artigos, fotografias e dicas de saúde. Nessa edição, o médico psiquiatra do CRDQ, Rozenval Trindade Levinthal, foi responsável pela publicação de um artigo sobre a dependência química e os tratamentos indicados.

A unidade – Inaugurado no dia 28 de março de 2014, o centro de reabilitação é modelo de atendimento multidisciplinar, para internação e tratamento de pessoas com alto grau de dependência ao álcool e a outras drogas.

Atualmente com cerca de 59 pacientes, sendo sete mulheres, 51 homens e um adolescente, realizam acompanhamento psicossocial e suporte terapêutico para auxiliar na recuperação de seu quadro de saúde.

Estrutura – Localizado no Km 53 da rodovia estadual AM-010, que liga Manaus ao município de Rio Preto da Eva, o CRDQ Ismael Abdel Aziz oferece, em um espaço de 5 mil metros quadrados de área construída, serviço especializado, com modelo de atendimento multidisciplinar, para internação e tratamento de pessoas com doenças mentais induzidas por uso de substâncias, conforme preconiza a Lei nº 10.2016.

O Centro tem capacidade para internar 120 pacientes por um período de até 90 dias. A indicação para o atendimento na unidade ocorre por meio do atendimento médico e, ainda, com o encaminhamento feito pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps).

O CRDQ desenvolve o trabalho de amparo, reabilitação, atividades físicas, plano terapêutico, acompanhamento, reintegração social e capacitação profissional com seus pacientes.

Na unidade, os pacientes têm, além do acompanhamento médico, suporte terapêutico para auxiliar na recuperação de seu quadro de saúde, incluindo palestras técnicas, grupos e oficinas terapêuticas, nas áreas de panificação, artesanato, informática, cabeleireiro, jardinagem e horticultura, além de cursos de capacitação profissional em informática, corte e escova, biojóias e ecojóias, disponibilizados pelo Cetam.

Internação – Os pacientes tratados no CRDQ são encaminhados conforme a necessidade de internação e aceitação do paciente. A internação só é compulsória em caso de decisão judicial. Nas outras situações, é preciso que haja indicação médica e a pessoa precisa querer ser internada.

A internação oferecida pelo CRDQ é a última alternativa para o paciente em tratamento de dependência química e dura em média 90 dias. Após esse tempo, espera-se que o residente esteja apto a retornar à família e a atividades sociais. Atualmente, a unidade tem cerca de 80 residentes em tratamento.

FOTO: Divulgação/SES-AM

-publicidade-