Take a fresh look at your lifestyle.

Unidades prisionais do Amazonas recebem Medidas preventivas contra o Coronavírus

-publicidade-

Diante do quadro de preocupação mundial com o novo Coronavírus, o Conselho Nacional de Secretários de Estado e Justiça (Consej) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) reuniram-se nessa quinta-feira (12/03), em São Paulo-SP, com todas as autoridades estaduais de unidades prisionais, incluindo o titular da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), coronel Vinícius Almeida.

Na ocasião, foi deliberada uma nota conjunta assinada por todos os presentes com recomendação aos Estados quanto à elaboração e implementação de ações para o enfrentamento do novo Coronavírus (Covid-19), levando em consideração que a grande concentração de pessoas nos ambientes prisionais propicia maior vulnerabilidade ao contágio.

Nesse sentido, todas as unidades prisionais do Amazonas passam a adotar medidas preventivas contra a pandemia que já assola boa parte dos continentes europeu e asiático. Porém, no Amazonas ainda não há nenhum caso confirmado.

As medidas adotadas são voltadas para os internos, servidores e visitantes conforme declara a Coordenação de Saúde do Sistema Prisional do Amazonas (CSSPAM).

”Nesse primeiro momento, quando não há motivos para alardes no nosso Estado, felizmente, nossa metodologia de trabalho será no sentido de conversar com todos os envolvidos com o sistema prisional passando informações sobre a doença e prevenindo com o uso do álcool em gel 70%, o uso da máscara N95 para os servidores e, se necessário, para os visitantes também”, disse a coordenadora de saúde, Alyne Botelho.

As conversas informativas serão realizadas com o público externo do Departamento de Reintegração Social e Capacitação (Deresc) e das filas para entrada nos presídios. Só entrarão nas unidades aqueles que tiverem suas mãos devidamente higienizadas com o álcool em gel.

Procedimento Operacional Padrão – Um POP foi criado pelo Governo Federal para padronizar as ações para detecção precoce de pessoas caracterizadas como casos suspeitos de infecção pelo novo Coronavírus. Nesses procedimentos estão inclusos a forma de identificar casos suspeitos, medidas de isolamento e prevenção, orientações aos terceirizados responsáveis pela limpeza, entre outros.

Todas as informações de prevenção serão dispostas em banners distribuídos para todas as unidades prisionais e na própria Seap.

-publicidade-