Amazonas Notícias

Universo Geek Museu 2023 leva música, dança e fantasia para o Palacete Provincial

No domingo (28/05), o Palacete Provincial, localizado na Praça Heliodoro Balbi, Centro de Manaus, recebeu o evento ‘Universo Geek Museu 2023’, em alusão ao Dia do Orgulho Nerd, comemorado no dia 25 de maio, a programação foi gratuita, teve início às 9h e durou até as 19h.

Durante o evento algumas das atrações foram as exposições de desenhistas, quadrinistas e colecionadores, além de feira com venda de artigos geek, a disputa de swordplay, área de board games, oficinas, atrações musicais, entre outras.

Tayane Oliveira tem 18 anos e participou do evento, com peruca, lentes de contato nos olhos e um figurino muito especial inspirado na lua. Em entrevista, ela conta como iniciou no mundo geek. “Para eu entrar nesse mundo, a primeira coisa que eu fiz foi assistir um anime chamado ‘Another’. Fiquei muito interessada em fazer cosplay”, lembra.

Cosplay é um termo que mistura as palavras costume (do inglês, fantasia) e roleplay (brincadeira ou interpretação na tradução). É uma das atividades mais populares entre a cultura pop e geek, onde participantes se fantasiam de personagens fictícios ou da cultura pop.

Para facilitar o acesso ao cosplay, um termo abrasileirado denominado de cospobre habita o universo geek, assim o público que deseja também se fantasiar pode se ver incluído nas atividades sem gastar muito. “Desde o início eu sempre quis ser cosplayer, mas eu não tinha condições, teria que ter dinheiro pra comprar as coisas e foi quando eu decidi fazer meus cospobre, tudo que eu faço é cospobre, criei essa personagem que praticamente nem existe, eu chamo ela de princesa da lua”, conta Tayane.

A jornalista Catharine Senna, 27, já acumula ao longo de sua trajetória mais de 80 cosplays, participou do evento representando um dos personagens da franquia “Guardiões das Galáxias” e conta como iniciou sua relação com o universo geek. “Começou em 2010, no meu colégio divulgavam os eventos, eu fui, gostei e comecei a entrar nesse meio e estou até hoje aqui”, resumiu. 

Clãs e Disputas

A cultura geek não consiste somente em jogos eletrônicos. Uma das modalidades mais populares entre o público simula uma disputa real feita em combates entre os jogadores.

Caíque Sobrinho é um dos líderes e treinadores do grupo Dragões do Norte. O grupo existe há seis anos na capital amazonense e se reúne para disputas de Swordplay. “No final de 2019 nos juntamos para participar de uma competição em São Paulo, organizamos competições para nossos membros e para o público em geral participar”, contou Caíque.

Questionado sobre o funcionamento do jogo, Caíque é didático. “O Swordplay como esporte segue regras básicas para você vencer um duelo: é necessário tirar dois pontos do seu adversário, cada local que você acerta você tira um ponto nos membros pernas e braços tira um ponto, mas se você acertar no tronco da pessoa você já vence a luta”, explicou.

Caíque elogiou a iniciativa do evento e acredita na importância da continuidade e expansão em outras Zonas da cidade. “É muito bom principalmente em fim de semana, como hoje, domingo, que geralmente não se tem nada para fazer, então, é bom que tenha um evento assim, espero também que tenha em outros lugares da cidade além aqui do centro para dar maior acesso, porque otaku tem em todo lugar”, contou, entre risadas.

FOTOS: Marcio James/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Relacioandos