As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Veja a rodada – Campeonato Amazonense de Futebol 2020 começa

A Série A do Campeonato Amazonense de Futebol 2020, realizado pela Federação Amazonense de Futebol (FAF) e que vai contar com o apoio do Governo do Amazonas, começa nesta terça-feira (21/01) e terá a participação de oito times. Em busca do título estadual estarão Nacional FC, Manaus FC, Princesa, Penarol, Iranduba, Fast Clube, São Raimundo e Amazonas FC. O primeiro jogo acontece na Arena da Amazônia, a partir das 20h30, entre Manaus e São Raimundo.

Assim como aconteceu em 2019, o campeonato deste ano terá isenção por parte do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), na cobrança de aluguel pelo uso dos estádios e quadro móvel. Essa foi a maneira encontrada pelo poder público para incentivar as equipes locais, gerando uma economia de recursos, que poderão ser investidos pelos clubes na contratação de reforços, infraestrutura e compra de material.

Durante todo o ano passado foram mais de 200 jogos realizados pela FAF, nas categorias principais e de base, que receberam a isenção no pagamento dessas taxas, resultando em uma economia para as equipes em torno de R$ 1,2 milhão. Para este ano, os clubes precisarão solicitar a concessão dos espaços por meio de ofício endereçado à Faar e um contrato será assinado entre as partes, em que as equipes se responsabilizam pela manutenção das arenas nos dias de jogos.

Para o diretor-presidente da Faar, Caio André de Oliveira, 2019 foi um ano de muitas conquistas para o futebol amazonense e um dos motivos foi o apoio dado pelo governo aos clubes. “Às vezes as pessoas não mensuram o quanto o Estado investe ao desonerar dos clubes. Não aplicamos dinheiro propriamente dito, mas desoneramos os clubes dos aluguéis, o que faz com que esses valores possam ser investidos no próprio clube”, explicou.

O campeonato – O Campeonato Amazonense de Futebol será realizado em dois turnos, com sete rodadas cada. Os campeões do 1º e 2º turnos serão definidos por eliminatória simples, com semifinais e final. O título estadual será decidido entre os vencedores de ambos os turnos. Vale ressaltar que tanto o campeão amazonense quanto o vice sairão com o passaporte garantido para competições nacionais em 2021, como a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro Série D.

Dando continuidade à rodada, haverá um duelo entre os gigantes do interior amazonense. O Princesa, de Manacapuru, irá enfrentar o Penarol, de Itacoatiara, dentro de casa, no estádio Gilberto Mestrinho, na quarta-feira (22/01), às 19h. Quem também joga no mesmo dia, às 20h, na Arena da Amazônia, é o Fast, vice-campeão estadual, e o Amazonas FC, estreante na competição e que garantiu a sua vaga ao faturar o título da Série B do Amazonense. Para finalizar, Nacional e Iranduba se enfrentam na quinta-feira (23/01), às 20h30, no estádio Ismael Benigno.

Para Caio André de Oliveira, o Campeonato Amazonense 2020 será bastante procurado. “O povo de Manaus ama futebol e ama seus clubes. Tenho certeza de que teremos uma grande participação popular e convido a todos para prestigiarem o Barezão 2020”, destacou o diretor-presidente da Faar.

Ingressos – Os ingressos para o primeiro jogo entre Manaus e São Raimundo já estão sendo vendidos pelo site www.ingressodevantagens.com.br. Na terça-feira, dia do jogo, os ingressos também estarão sendo vendidos na bilheteria da Arena da Amazônia, a partir das 17h. Os valores dos ingressos são de R$ 20, a entrada inteira, e R$ 10, a meia-entrada. Para a meia, o torcedor deverá apresentar comprovante, declaração ou carteirinha de estudante, além de documento de identidade com foto.

Apoio além do estadual – O apoio do Governo do Amazonas aos clubes locais segue em outras frentes. De acordo com Caio André, em 2020, as equipes que vão representar o Amazonas em competições nacionais como Manaus FC, Nacional FC, Fast Clube, Iranduba e 3B, também terão espaço adequado de treinamento.

“Vamos dar prioridade aos treinamentos desses clubes nos estádios Carlos Zamith e Ismael Benigno. As demais equipes que também queiram treinar em nossos espaços deverão dirigir-se à Vila Olímpica, para que seja feito um estudo de divisão e possam ser atendidos o maior número de clubes possível, sem prejudicar o bom andamento do campeonato amazonense”.