Veja vídeo – Polícia frustra roubo à casa lotérica no bairro Glória e criminosos são mortos e mulher desmaia

O Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), com apoio de policiais civis do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), frustraram roubo na tarde desta sexta-feira (28/09), por volta das 13h30, à uma casa lotérica, situada na rua Presidente Dutra, bairro Glória, zona oeste de Manaus. Na ocasião, os três autores do delito reagiram à ação e acabaram morrendo durante o confronto com a polícia.

O delegado-geral adjunto da instituição, Ivo Martins, na companhia dos delegados Thomaz Vasconcelos e Mário Paulo Telles, diretor e diretor-adjunto, respectivamente, do DRCO, e do delegado Juan Valério, falaram durante coletiva de imprensa realizada na tarde hoje, às 16h30, no prédio da Delegacia Geral, sobre ação policial.

Investigação – Conforme o diretor do DRCO, as equipes policiais estavam monitorando um grupo criminoso que atua na cidade há cerca de 10 dias. O diretor do DRCO informou que nesta sexta-feira as equipes tiveram conhecimento de que os integrantes do grupo iriam praticar um roubo na referida casa lotérica.

Ação – Thomaz Vasconcelos informou que, após tomar conhecimento do delito, as equipes do DRCO com apoio de policiais civis do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) montaram campana nas proximidades da casa lotérica e aguardaram momento oportuno para realizar a abordagem policial.

“Os três infratores chegaram no lugar cada um deles em posse de arma de fogo e anunciaram o roubo. Em ato contínuo, realizamos a abordagem. Um dos infratores fez uma funcionária da casa lotérica refém, porém identificamos que seria possível dar continuidade à ação policial, foi quando ocorreu a reação por parte do trio, que efetuou disparos em direção. Durante o confronto, os três indivíduos foram alvejados e nenhum dos clientes ou funcionários do estabelecimento, bem como os policiais ficaram feridos durante a ação”, explicou o diretor do DRCO.

Vasconcelos destacou que após os três indivíduos serem atingidos, após reagirem a abordagem policial, as equipes conduziram os infratores ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas não resistiram aos ferimentos e foram a óbito.

Ainda segundo o diretor do DRCO, até o momento apenas um dos infratores foi identificado como sendo Felipe Gonçalves Marques, que já respondia há três processos criminais, sendo por roubo e tráfico de entorpecentes, além de possuir uma execução de pena. Vasconcelos ressaltou, ainda, que as investigações sobre o caso irão continuar, visto que há outras pessoas que participam do grupo, mas que não estavam no local do roubo.

Material apreendido – Na ocasião do ação, os policiais encontraram com os três infratores, dois revólveres calibre 38, um espingarda calibre 20, além de nove munições de calibre 38, sendo quatro deflagradas e cinco intactas, e uma munição de calibre 20.

Reconhecimento – Durante a coletiva, o delegado-geral adjunto da Polícia Civil falou sobre a ação precisa das equipes que, com as táticas policiais utilizadas, conseguiu resguardar com segurança as clientes e funcionários, além dos próprios policiais que participaram da ação.

“A polícia não teme este tipo de ação, não era o que desejávamos, entretanto foi necessário para que a garantia da ordem se mantivesse estabelecida e, principalmente, a segurança da população e dos nossos policiais. Quero parabenizar aqui em nome da instituição todos os policiais civis, delegados, investigadores, escrivã e todos os policiais do nosso grupo de elite que atuaram nessa ação. Nenhum cidadão ou policial ficou ferido durante a ação”, enfatizou Ivo Martins.

Veja vídeo

FOTO: ERLON RODRIGUES/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL DO AMAZONAS