As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Venezuelanos participam de campanha de combate ao abuso e exploração sexual em Manaus

O Abrigo do Coroado, situado na zona leste de Manaus, sob a coordenação da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), envolveu os refugiados venezuelanos, em torno de 200, entre adultos e crianças, em uma programação alusiva ao 18 de maio, data que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A programação, com foco no slogan “Isolamento social sim, violência contra crianças e adolescentes não!”, encerrou nesta quarta-feira (20/05).

A coordenadora do abrigo, Darcy Amorim, disse que a ideia foi envolver toda a comunidade acolhida, ou seja, crianças e pais, com informações sobre violação de direitos de crianças e adolescentes, com destaque à transgressão aos direitos fundamentais, como o direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, garantidos pela Constituição Federal, em seu artigo 5º. “A intenção foi envolver toda a família na luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes”, frisou.

Na abertura dos trabalhos, a coordenadora do projeto Super Panas, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Silvia Karla Cardoso, fez uma explanação histórica sobre a data (18 de Maio) para os acolhidos, fornecendo dados estatísticos do Brasil. A palestrante também tratou sobre a importância de prevenir esse tipo de crime e também a punição aos agressores. Silvia Karla atua na rede de proteção à criança e ao adolescente, como membro do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente.

Em seguida, a adolescente venezuelana Gabriela Guatache que, atualmente, está morando com os pais no abrigo do Coroado, fez uma sensibilização aos acolhidos, principalmente aos pais, chamando a atenção para o fato de que precisam ficar atentos aos cuidados com seus filhos.

Isolamento social – A programação de terça-feira (19/05) iniciou com uma Roda de Conversa, tendo como tema “Isolamento Social Sim, Violência Contra Crianças e Adolescentes Não!”, campanha do Governo do Amazonas, executada pela Seas. Em seguida, houve atividade com desenhos orientados por psicólogas sobre o tema e em seguida, a montagem de painel. Hoje (20/05), foi realizada a exposição do painel, seguida do encerramento da programação.

Na opinião de Darcy Amorim, a campanha do Governo do Estado sobre essa temática é de fundamental importância para sensibilizar a sociedade acerca da relevância do combate ao abuso e à exploração de crianças e adolescentes, bem como da necessidade de proteger essa parcela da população. “O momento que estamos vivendo é desafiador, se fazendo necessário redobrar as atenções, principalmente, com relação às crianças e adolescentes”, ressaltou.

A violência sexual contra meninos e meninas ocorre tanto por meio do abuso sexual intrafamiliar ou interpessoal. Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, por estarem vulneráveis, podem se tornar alvo de diversas formas de exploração sexual, entre as quais, tráfico, pornografia, prostituição e exploração sexual.

Foto: Miguel Almeida/Seas