Após ser flagrado sorteando quem receberia propina, uma espécie de “desalinho”, o vereador ‘Carlinhos do Bem’ foi expulso do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Os quatro vereadores de Coari que denunciaram o esquema do bolão do “mensalinho” no Ministério Público tiveram os mandatos cassados pela Câmara Municipal da cidade, localizada a 363 km de Manaus

‘Carlinhos do Bem’ é citado nas investigações do chamado “mensalinho” pago pelo prefeito de Coari, Adail Filho, para controlar a Câmara de Vereadores do município. O vídeo onde ele aparece fazendo o sorteio foi feito em 2017 e acabou vazando. Desta forma, o vereador dava satisfação aos demais colegas de parlamento sobre quem receberia primeiro o dinheiro proveniente de corrupção.

Por meio de nota divulgada nesta terça-feira (18), o partido afirmou que “não compactua” com a prática denunciada ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), responsável pela investigação.