As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Vereadores fazem inspeção em novo aterro sanitário

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Everaldo Farias (PV), liderou uma comitiva de parlamentares da Casa para fiscalizar a situação ambiental do novo aterro sanitário da capital, localizado no quilômetro 13, da BR-174 (Manaus – Boa Vista).

Na ocasião, ele analisou a licença de instalação e de supressão vegetal, expedidas pelo Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (IPAAM). A visita ao local ocorreu na última sexta-feira (21) e faz parte de um dos encaminhamentos levantados pela Comissão, no último dia 13, durante reunião, realizada pela Comissão de Meio Ambiente, em parceria com a Comissão de Saúde da CMM para tratar sobre lixões e lixeiras viciadas espalhados por Manaus.

“Vamos continuar acompanhando os trabalhos neste terreno e também iremos cobrar as licenças de outras áreas denunciadas como irregulares e que estariam operando como lixões”, informou Everaldo. Ainda segundo ele, no local foi possível constatar que foram devastados 44,89 hectares e, apesar do terreno está localizado entre duas Áreas de Preservação Permanente (APPs), o solo e os cursos d´água estão isentos de contaminação por substâncias toxicas.

Durante a visita ao novo aterro, o vereador Everaldo Farias, juntamente com outros vereadores que integram as duas Comissões, estiveram acompanhados por um engenheiro da empresa Marquise, responsável pelo local e pela coleta de lixo doméstico. Este apresentou as licenças ambientais de supressão vegetal e de instalação da empresa.

Na ocasião, o engenheiro também mostrou um projeto de soluções de interação com o meio ambiente, como a implantação de telas protetoras, que não prejudicam os animais selvagens da área. E afirmou que a empresa ainda não iniciou a operação com resíduos sólidos. “Quando a empresa iniciar a operação concreta de despejo de resíduos, deveremos retornar ao local para finalizar o processo de fiscalização”, garantiu o vereador Everaldo.