Os vereadores Professor Samuel (PPS) e Professora Jacqueline (PPS) lamentaram, hoje, a decisão de um grupo do Partido Popular Socialista que decidiu pela saída dos parlamentares da legenda. Os professores Samuel e Jacqueline informaram que devem recorrer da decisão após serem notificados da resolução do partido.
“Infelizmente, um grupo do PPS achou melhor expulsar seus filiados mais atuantes. Desde quando assumimos nosso mandato, trabalhamos com responsabilidade no sentido de honrar nosso partido, as pessoas que nos elegeram e toda a sociedade”, afirmou o vereador Samuel, um dos mais presentes no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM).
“Sempre me identifiquei com a ideologia do partido (PPS) e trabalho, diariamente, nas comunidades para que a principal missão da legenda – que é o trabalho pelo povo – seja uma realidade. Acredito que isso se trata mais de uma questão política do que jurídica”, disse a vereadora Jacqueline.
Sobre o abrigo em outro partido, tanto Samuel como Jacqueline disseram que, por enquanto, não estão à procura de outra legenda. Os vereadores informaram que, primeiro, querem esgotar os recursos para permanecer no PPS, partido que atuam há mais de dez anos.