Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Vigilância Sanitária do Amazonas fiscaliza 51 estabelecimentos em Parintins e Nhamundá

O Departamento de Vigilância Sanitária da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (Devisa/FVS-AM) divulga balanço de fiscalização em cidades do interior. Ao todo foram fiscalizados 51 estabelecimentos, entre drogarias e laboratórios, até esta sexta-feira (07/05), em Parintins e Nhamundá (respectivamente, distantes 369 e 383 quilômetros a leste de Manaus).

A operação ocorreu em parceria com o Conselho Regional de Farmácia do Amazonas (CRF-AM) e teve início no domingo (02/05). A ação ocorreu para verificar a qualidade e condições de armazenamento dos produtos comercializados, além de checar se o estabelecimento possui Autorização de Funcionamento Especial (AFE), no caso de farmácias. Nos laboratórios, as equipes do Devisa/FVS-AM investigaram as condições de funcionamento.

Até esta sexta-feira (07/05), em Parintins, a equipe de Vigilância Sanitária fiscalizou 42 drogarias, três laboratórios de análises clínicas, e um centro de diagnóstico. Duas drogarias foram autuadas por serviço considerado inadequado em Parintins. Já em Nhamundá, foram cinco drogarias fiscalizadas.

Durante a operação, a equipe do Devisa da FVS-AM aproveitou para capacitar as equipes dos municípios do Amazonas, para que estejam aptas a realizar as inspeções por conta própria em próximas ocasiões. Em Nhamundá, foi realizada a palestra sobre boas práticas sanitárias para proprietários de serviços de panificação.

Segundo o diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, as inspeções são importantes para o fortalecimento da vigilância em saúde no Amazonas. “A atuação dos técnicos de vigilância sanitária é de grande importância para sociedade, visto que, com a inspeção de qualidade e funcionamento dos locais, assegura a prestação de serviço seguindo as legislações vigentes do código sanitário ”, destacou Cristiano.

O subgerente de serviços do Devisa/FVS, José Carlos Carvalho, ressalta que ações são de grande importância, principalmente, por conta da pandemia da Covid-19, que exige cuidados redobrados na assepsia em ambientes da área da saúde. “É essencial o devido cuidado com a higienização de insumos e produtos para a saúde”, destacou José Carlos.

Inspeção – As inspeções ocorrem mensalmente para fiscalizar as condições sanitárias dos estabelecimentos. Os dados captados na operação são registrados junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, que inclui a Vigilância Sanitária e atua na linha de frente, nas fiscalizações de aglomerações voltadas para o combate à pandemia de Covid-19 no Amazonas.

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os números para contato são (92) 3182-8550 e 3182-8551

FOTO: Divulgação/FVS-AM

-publicidade-