Walter Cruz participa da entrega de 517 certificados do Proerd para alunos do ensino fundamental

O Secretário de Estado Extraordinário, coronel Walter Cruz, esteve presente no 5º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM), situado na avenida Professor Nilton Lins, nº 3.259, bairro Flores, zona centro-sul de Manaus, para participar da cerimônia de entrega de certificados aos alunos que concluíram o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), na manhã desta quinta-feira (27/09).

Durante a solenidade, o coronel Walter Cruz falou sobre a importância do Proerd no processo de desenvolvimento dos alunos do ensino fundamental e ressaltou que o programa GuardiAM do Governo do Amazonas auxiliará também a área da Educação. “Hoje, foram entregues 517 certificados do Proerd aos alunos do 1º ao 5º ano do 5º Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM) que estudaram durante 1 mês sobre os malefícios das drogas, o que é muito positivo para a conscientização das crianças. Para que haja a diminuição efetiva da criminalidade, não basta apenas tratarmos o efeito dos delitos, utilizando armas,  mas também as causas em sala de aula e, por isso, o GuardiAM 24h também vai implementar projetos voltados para área da educação “, anunciou Cruz.

A diretora do Colégio, tenente-coronel, Jadna Barros, também afirmou que a redução da criminalidade é o resultado da junção de políticas preventivas e repressivas. “O trabalho de conscientização dos alunos contra as drogas não pode ser desempenhado somente pelos professores, mas também pelos responsáveis para que seja efetivo. E o Proerd se concentra na  prevenção que é uma das soluções para a redução dos índices de criminalidade”, disse Barros.

Premiação – Além da entrega dos certificados, houve a premiação de 18 alunos que se destacaram durante o curso. Os critérios utilizados para a escolha deles foram a assiduidade e o bom comportamento. Outros 18 discentes foram condecorados com uma medalha de honra ao mérito por escreverem as melhores redações sobre os conhecimentos adquiridos durante o programa.

Maria Rita Góes, mãe de Talita Nóbrega, aluna do 5º ano e uma das premiadas, disse que após a entrega das medalhas teve como principal sentimento a gratidão. “Como responsáveis, desejamos sempre o melhor para os nossos filhos, e ver os resultados dos conhecimentos adquiridos durante o programa em forma de premiação nos enche de orgulho. O Proerd trouxe muitos benefícios para a Talita, e acredito que este programa deveria contemplar os alunos de séries mais elevadas, como 7º e 8º ano”, sugeriu Góes.

Compartilhe