Take a fresh look at your lifestyle.

Walzenir Falcão assume Confederação Nacional dos Pescadores

-publicidade-

O ex-deputado Walzenir Falcão assume na próxima terça-feira, 18, a presidência da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores (CNPA) em solenidade na sede da entidade, no (Shopping Venâncio, setor das Diversões), no Centro de Brasília (DF).
Falcão passa a comandar a CNPA depois da morte da presidente Eliane Morais, ocorrido há pouco mais de uma semana em Maceió (AL), de quem ele era vice. “Lamento muito a morte da nossa presidente, uma pessoa querida por todos nos”, afirmou o novo presidente.

Walzenir disse que assume a entidade com a primeira missão de convencer o presidente Michel Temer (PMDB) a não editar dois Decretos que, segundo ele, vão acabar com o Seguro Defeso e causar prejuízos incalculáveis aos trabalhadores do setor em todo o Brasil.

De acordo com ele, as duas medidas estão sendo elaboradas pelo Ministério do Planejamento e da Economia e vai causar uma tragédia. Ele citou como exemplo o Amazonas, onde existem mais de 40 espécies comercializáveis, dos quais apenas oito estão dentro do defeso.
Falcão disse, também, que a partir dessa semana vai levar a CNPA para o centro das discussões dos decretos e políticas públicas em Brasília. O presidente informou que na quinta-feira, 20, tem uma reunião com o presidente da Frente Parlamentar da Pesca no Congresso Nacional, deputado Kleber Verde (PRB-MA).

O objetivo é mobilizar as lideranças de bancadas de todos os Estados, inclusive do Norte e Nordeste, para convencer deputados e senadores a criar políticas públicas e manter os benefícios do desenvolvimento da pesca e da aquicultura em todo o Brasil.
Ele explicou que o Seguro Defeso foi criado para a manutenção das espécies. “Se o governo federal detectou fraude que seja apurado e punido quem cometeu o crime e não radicalizar acabando com o benefício, que é um direito adquirido dos trabalhadores da pesca”, disse o presidente da CNPA.

-publicidade-