Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Wilson Lima afirma que com decisão judicial, expectativa é vacinar profissionais de educação o mais rápido possível

O governador do Amazonas, Wilson Lima, comentou, durante live pelas redes sociais na noite desta quinta-feira (13/05), a decisão da juíza da 1ª Vara da Federal do Amazonas, Jaiza Fraxe, que determinou que a União encaminhe 40 mil doses de vacinas contra a Covid-19 para imunizar profissionais de educação das redes estadual, municipal e do ensino superior.

Em resposta a uma internauta que perguntou sobre a imunização dos professores, Wilson Lima disse que a decisão da juíza é uma vitória para o Amazonas. A inclusão desses profissionais no Plano Nacional de Imunização (PNI) tem sido pauta do governador desde o início da vacinação. Wilson Lima tratou do assunto em diversos fóruns de governadores, inclusive com a presença do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

“Nós tivemos nessa semana uma vitória muito importante, porque a juíza federal Jaiza Fraxe decidiu pela vacinação dos profissionais da área de Educação. Nós estamos esperando o próximo lote ser enviado pelo Governo Federal para que a gente possa iniciar essa vacinação”, disse.

A perspectiva, segundo o governador, é vacinar esses profissionais ainda neste mês. “Estou na expectativa de que até o fim do mês de maio nós consigamos vacinar todos os profissionais da área de Educação, tanto do Estado quanto do Município, para que a gente possa retornar às aulas de forma híbrida, parte presencial e parte virtual”, declarou Wilson Lima.

O governador ressaltou que as unidades de ensino estaduais estão preparadas estruturalmente para receber os alunos e disse que o retorno será com aulas presenciais e virtuais, assim como ocorreu no ano passado. “Isso é essencial para que os prejuízos dos nossos alunos não sejam tão grandes. Aluno tem que estar na escola e as nossas escolas são modelos para o Brasil, porque estão todas equipadas com álcool em gel, tapete sanitizante, como mais pias, com toda a sinalização, todas as condições necessárias para voltar às aulas de forma segura”, defendeu.

FOTO: Divulgação

-publicidade-