Wilson Lima destaca adesão da população em mais um mutirão ‘Vacina Amazonas’ em Manaus

Foram aplicadas 1,8 mil doses somente na primeira hora de atendimento

A população de Manaus que tem 28 anos ou mais atendeu ao chamado do Governo do Amazonas e está comparecendo ao viradão ‘Vacina Amazonas’, que iniciou às 18 horas desta terça-feira (26/06), destacou o governador Wilson Lima. Este é o segundo mutirão para acelerar a vacinação contra a Covid-19 na capital.

Foram aplicadas mais de 1,8 mil doses na primeira hora de atendimento. Durante a noite e madrugada, a Arena da Amazônia, o Centro de Convenções Vasco Vasques e o Sambódromo estarão abertos para receber e vacinar com a primeira dose o público-alvo deste mutirão. Os locais estão preparados com música e decoração junina. Esses três pontos continuam abertos durante toda esta quarta-feira até às 18h. Os demais pontos de vacinação da Prefeitura de Manaus funcionam no horário habitual.

Nas primeiras horas do viradão, o público compareceu em peso aos três locais de vacinação que juntos reúnem 85 postos. “Uma prova disso é a quantidade de pessoas que já tem aqui no complexo, pessoas que estão em seus carros esperando para fazer o drive-thru na Arena da Amazônia, a quantidade de pessoas que tem no Vasco Vasques e no Sambódromo. Eu fico muito feliz quando vejo a participação das pessoas, entendendo a necessidade de estarem aqui e de receberem a imunização. O mutirão já começa com um grande sucesso, com uma grande adesão das pessoas”, frisou o governador ao acompanhar a abertura do viradão na Arena da Amazônia

Aqueles que compareceram para se vacinar devem apresentar, obrigatoriamente, documento original com foto, CPF, e comprovante de residência (original e cópia). É importante que as pessoas façam o cadastro no site manaus.am.gov.br para agilizar o processo de vacinação.

Segundo o governador, aproximadamente 100 mil doses foram disponibilizadas pelo Governo do Amazonas para essa quinta edição do mutirão Vacina Amazonas.

Com 28 anos completos, a administradora Paula Costa tomou a primeira dose assim que abriu o mutirão. “Eu estava bastante ansiosa, alguns amigos meus já tinham se vacinado”, disse.

O pai dela teve Covid-19, se recuperou, mas um familiar acabou não resistindo. “A gente tá tendo essa oportunidade, quanto mais gente se vacinando melhor, a gente quer logo que acabe isso, que a gente consiga viver nossa vida novamente. E só agradecer ao governo, por estar fazendo esse viradão, porque é muito importante, quanto mais gente vacinado melhor. Por favor venham e é isso. Vacina salva vidas, muitas vidas”, disse a administradora.

Fluxo – No complexo da Arena da Amazônia a vacinação irá funcionar no esquema de drive-thru, com a entrada pela rua Loris Cordovil, ao lado da Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, e saída pela avenida Constantino Nery.

Em relação ao Sambódromo, a entrada dos veículos para o sistema drive-thru será pela Avenida do Samba e também pela Avenida Coronel Pedro Teixeira. O acesso dos pedestres ao Centro de Convenções Vasco Vasques também será pela avenida Coronel Pedro Teixeira.

Mais de 1.900 servidores do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus vão atuar como voluntários. Wilson Lima destacou que ontem, os vacinadores passaram por treinamento para atender as pessoas com empatia. A orientação é mostrar a seringa com a vacina antecipadamente, aplicar com a técnica correta recomendada e, após, mostrar a seringa vazia já com a dose aplicada.

Outros mutirões – A primeira edição da campanha ‘Vacina Amazonas’ ocorreu nos dias 12 e 13 de junho, imunizando 141 mil pessoas e contou com 57 postos de vacinação em toda a capital. Outros dois mutirões foram realizados, simultaneamente, no dia 19 de junho em Novo Airão e Manacapuru, quando 8,2 mil pessoas foram vacinadas. No sábado (26/06), Parintins foi o quarto município a receber o mutirão, vacinando mais de 5 mil pessoas.

Até esta terça-feira (29/06), 1,9 milhão de doses contra a Covid-19 já foram aplicadas. São 69,6% da população contemplada com a vacina que já tomaram a primeira dose, sendo que 40,8% destas já vacinaram com a segunda dose.

Taxa de transmissão – O Amazonas apresenta estabilidade na transmissão de Covid-19, tendo a taxa de transmissibilidade, conhecida como R, de 0,98. Ou seja: a cada 100 pessoas doentes pelo novo coronavírus, outras 98 são infectadas.

Apesar do cenário epidemiológico estável, o estado permanece na fase 3 (laranja), de risco moderado, e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) alerta para que sejam mantidas todas as medidas de prevenção, incluindo a vacinação contra a Covid-19. Os dados pontam que o Amazonas apresenta uma média de 500 novos casos confirmados de Covid-19 diariamente.

FOTO: DIEGO PERES / SECOM