Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Wilson Lima faz vistoria em Estações de Tratamento de água em Envira

E em Ipixuna, governador entrega R$ 450 mil em crédito emergencial e anuncia R$ 500 mil em anistia de dívidas para vítimas da enchente

Em Envira, na calha do Juruá, o governador Wilson Lima vistoriou o funcionamento de três Estações de Tratamento de Água Móvel (Etam) que vão abastecer as famílias atingidas pela enchente. O município é um dos quatro situados na calha do Juruá onde o governador, pessoalmente, comandou as ações da Operação Enchente 2021, nesta sexta-feira (12/03).

Nos governos anteriores, eram levados garrafões com água mineral para abastecer as vítimas durante o período de enchente. Há três anos, a prioridade do Governo do Estado é montar estações de tratamento para atender os necessitados, mantendo a estrutura nos municípios.

“Esse é um projeto que nós estamos trazendo desde 2019, desde que eu iniciei o governo. Diferente de outros anos, nós estamos trazendo uma solução a médio prazo. Esses filtros duram entre 10 e 15 anos. A água pode ser captada no rio, de um poço, de uma cacimba, e em pouco tempo ela é tratada e se torna própria para o consumo”, descreveu o governador.

Elimar Gomes da Silva, de 27 anos, mora na zona rural de Envira. Ele elogiou o sistema de tratamento de água. Onde ele vive, a comunidade pega água direto do rio ou do igarapé. “Achei o sistema bom porque agora nós conseguimos abastecer aqui perto do barco”, disse Elimar.

Cada reservatório dessas estações tem capacidade entre 1 mil e 5 mil litros. Em Boca do Acre, na calha do Purus, município que também sofre os efeitos da enchente, outras três estruturas como essas foram instaladas.

Ajuda humanitária – Ainda por meio da Operação Enchente 2021, o Governo do Estado entregou, em Envira, 25 toneladas de alimentos, 3 mil litros de gasolina e mil botijões de gás de cozinha.

Para o município foram destinados 1.229 kits de higiene, 123 kits dormitório com colchão, travesseiro e roupa de cama, 1.229 kits de limpeza e 976 redes. A ajuda é destinada a 6.884 pessoas, o que corresponde a 1.721 famílias, segundo a Defesa Civil do Estado do Amazonas.

Ações em Ipixuna – Em menos de 15 dias, essa é a segunda vez que o governador Wilson Lima vai aos municípios do interior comandar as ações que levam ajuda humanitária para as vítimas da cheia dos rios. Desta vez, o último município a receber as ações da Operação Enchente 2021 foi Ipixuna, também no Juruá.

Wilson Lima entregou R$ 450 mil em crédito emergencial e anunciou R$ 500 mil em anistia de dívidas com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) para as famílias atingidas pela enchente. Tanto o crédito quanto o perdão de dívidas ajudarão pequenos produtores e empreendedores.

Maria Souza Lima, de 34 anos, é comerciante. Para amenizar os prejuízos com a pandemia, ela contraiu um financiamento no valor de R$ 7 mil junto à Afeam.

“O movimento está meio devagar agora nesse período com essa pandemia, mas aos poucos a gente vai conseguir se levantar novamente”, disse Maria. “Com certeza, vai ser algo a mais, uma ajuda extra que vai nos ajudar a manter o nosso negócio de pé”, avaliou Maria sobre o recurso financeiro.

Em Crédito Emergencial para Envira, Ipixuna e Itamarati, a Afeam liberou mais de R$ 539 mil para 73 empreendedores que tiveram acesso ao programa do Governo do Estado.

Em 2021, o Governo do Amazonas, por meio da Afeam, realizou 123 operações do Crédito Emergencial, totalizando mais de R$ 822 mil para Envira, Ipixuna e Itamarati.

Para estes municípios, a estimativa é anistiar mais de R$ 600 mil para o setor primário e mais de R$ 2,9 milhões para os setores secundário e terciário, totalizando mais de R$ 3,5 milhões, alcançando aproximadamente 690 operações.

Para a calha do Juruá, onde estão seis municípios afetados pela enchente neste ano, a Afeam, em parceria com o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), irá disponibilizar R$ 2 milhões para a linha de financiamento Crédito Solidário, voltada às populações em situação de risco e que possuam pequenos negócios.

Nos municípios de Envira, Ipixuna e Itamarati, pertencentes à calha do Juruá, serão destinados R$ 800 mil em Crédito Solidário. O interessado pode acessar o valor máximo de R$ 2 mil com taxas de juros de 0,5% ao ano, carência de 180 dias para começar a pagar em um prazo de 24 meses. Para todos os municípios atingidos pela enchente, o Governo do Estado vai destinar R$ 20 milhões.

Ajuda humanitária – Em Ipixuna, 3.924 pessoas, o equivalente a 981 famílias, serão atendidas com ajuda humanitária levada pela Operação Enchente do Governo do Amazonas.

Foram entregues na localidade 700 cestas básicas, 700 kits higiene, 70 kits com colchão, travesseiro e roupa de cama, 700 kits de higiene e 1,4 mil redes.

Há duas semanas, o governador iniciou as ações para levar ajuda humanitária ao interior do estado, e percorreu os municípios de Boca do Acre e Pauini, na calha do rio Purus; e Envira, Eirunepé e Guajará, na calha do Juruá.

Nesta sexta-feira (12/03), além de Envira e Ipixuna, o governador e os servidores de secretarias que integram a operação, retornaram a Eirunepé e percorreram Itamarati, Envira e Ipixuna.

FOTO: Diego Peres/Secom

-publicidade-