Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Wilson Lima quer parceria com próximo prefeito para avançar em áreas essenciais em Manaus

Ao registrar o seu voto no segundo turno das Eleições Municipais 2020, neste domingo (29/11), na Escola Estadual Sant’Ana, zona centro-sul, o governador Wilson Lima destacou que o Governo do Estado quer parceria com o próximo prefeito eleito para, em 2021, avançar em ações de melhoria em áreas essenciais para a população de Manaus.

“Amanhã eu estarei de braços abertos para receber o próximo prefeito de Manaus, para que a gente possa já começar a construir as estratégias para o ano de 2021. Em 2019 e, principalmente, 2020, foram anos difíceis para Manaus, sobretudo na questão da infraestrutura, do transporte coletivo, na questão da segurança, e aí é importante que haja essa parceria por parte da prefeitura com o Estado para que a gente possa avançar nessa cidade”, destacou o governador, que estava acompanhado da primeira-dama, Taiana Lima.

Wilson Lima reafirmou que sua gestão sempre priorizou o diálogo, independentemente de bandeira partidária, com o intuito de avançar nas frentes de trabalho.

“O Estado do Amazonas sempre esteve aberto para as parcerias. Eu sempre fui um homem do diálogo, e sempre estive à disposição para fazer parcerias com todas as prefeituras do estado do Amazonas. Tanto que, em 2019, quando eu assumi, fiz questão de retomar todas as obras que estavam paradas, independentemente de quem tinha iniciado, fiz questão de receber e conversar com todos os prefeitos, inclusive com os vereadores, e dessa vez não será diferente”.

Tranquilidade no pleito – Wilson Lima também ressaltou que o trabalho das forças de segurança vem garantindo a tranquilidade de todos os cidadãos nesse pleito.

“A nossa expectativa está sendo correspondida, que é de um pleito tranquilo. Em diálogo com o secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, o pleito corre dentro da normalidade, com nenhum episódio de grande relevância; a maioria dos crimes está relacionada à questão da Lei Seca. Então a gente espera que o dia todo transcorra dessa forma”.

Para garantir a tranquilidade neste segundo turno das eleições, mais de 4 mil agentes da segurança pública foram empregados no pleito. Os trabalhos envolvem a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), a Polícia Militar (PMAM), a Polícia Civil (PC-AM), o Corpo de Bombeiros Militar (CBMAM) e o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

Segundo a SSP-AM, até o momento, a capital registra 80 crimes eleitorais nesse segundo turno, todos relacionados ao descumprimento da Lei Seca. Vistorias da Central Integrada de Fiscalização e da Polícia Civil fecharam 79 bares na capital. Hoje pela manhã, houve o fechamento de outro bar no bairro Tancredo Neves, zona norte.

FOTO: Diego Peres/Secom

-publicidade-