Zé Ricardo propõe à Prefeitura de Manaus ações que garantam política de proteção aos animais

Manaus, 8 de julho de 2021.

Recentemente, uma polêmica envolvendo animais e uma juíza de direito, moradora de um condomínio de luxo da cidade, foi parar na Justiça Estadual. Isso porque essa moradora ingressou com uma ação judicial, exigindo a retirada de animais comunitários na área do condomínio e ainda proibindo as pessoas de alimentá-los, alegando também a necessidade de ter controle de zoonose no local. A decisão liminar em favor da juíza aconteceu em tempo recorde, num plantão judicial de final de semana. Porém, uma outra ação, de autoria da deputada estadual Joana Darc, conseguiu reverter essa liminar na Justiça e proteger os animais.

Esse caso foi citado pelo deputado federal Zé Ricardo (PT/AM), na manhã de hoje, no plenário da Câmara Federal, afirmando que é preciso, sim, cobrar da Prefeitura que cumpra as regras no controle da zoonose, porém, são necessárias ações e investimentos que garantam uma política municipal adequada de proteção aos animais. Por isso, está encaminhando expediente à Prefeitura de Manaus propondo um monitoramento de animais de rua; a construção de um hospital veterinário, em convênio com as universidades; além de uma casa de apoio animal; serviço móvel de castração, contratação de profissionais veterinários; criação de uma rede de apoio e cuidados com os animais, por meio de ONGs, associações e abrigos voluntários; e trabalho educativo, via escolas municipais.

“Temos preocupação com as pessoas em situação de rua. Temos o aumento da fome e da miséria no país, sobretudo, agora na pandemia. Apoiei projeto em debate na Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU), da Câmara dos Deputados, voltado para a política de pessoas em situação de rua. Mas também temos que nos preocupar com os animais que estão nas ruas, gatos, cachorros e outros. É papel da Prefeitura a regulação e a fiscalização do comércio e do trato com os animais, com serviço de zoonose que funcione. Mas também é necessário ter ações que garantam a situação dos animais, uma política de fato. Vamos cobrar”, declarou Zé Ricardo.